Blog

Design Thinking: inovação na hora de criar solução

Data: 14-ago-2020

Por: Rafaell Ribeiro

Tags: , , , , ,

Banner

Por Rafaell Ribeiro – Redator na 4Buzz

 

Quando o briefing chega à agência, a equipe de criação entra em ação para entender a “dor” do cliente e encontrar soluções para aquele problema.

 

Cada equipe tem o seu espírito e sua forma de trabalhar, e no meio desse processo criativo muita coisa pode dar errada se o foco dos profissionais não estiver no lugar certo.

 

Então, que tal reformular o modo de pensar para beneficiar a criação e a entrega para o cliente?

 

Desenvolvida na Universidade Stanford, Design Thinking é uma abordagem prática e interativa entre pessoas com diferentes conhecimentos, ou seja, de diversas áreas de uma empresa, que se unem para criar um produto ou experiência com foco em todas as pessoas envolvidas e não apenas no consumidor final.

 

 

 

AS ETAPAS DO PROCESSO CRIATIVO

Primeiramente, deve-se notar que Design Thinking não é uma metodologia, mas sim uma forma diferente de, em uma reunião, encontrar a solução de um problema de forma eficiente e criativa.

 

Imersão e informação

Para iniciar o processo de Design Thinking, as pessoas envolvidas se reúnem para buscar o máximo de informação possível sobre o projeto e a sua finalidade.

Analisar para começar

Espera-se que o volume de informações seja grande. Então, o próximo passo é analisar tudo o que foi levantado, separar o que é importante e partir para o processo abaixo.

Ideias, ideias e mais ideias

Equipe reunida, então, começam as ideias sem qualquer tipo de mensuração. Nessa etapa, o objetivo é conseguir o máximo de construções criativas de cada participante, gerando várias alternativas para criar o produto ou experiência visando a necessidade do cliente.

Validação das ideias

Com tantas ideias à mesa, agora a equipe passa a ser racional e começa a tirar do papel as que são eficientes para a solução do problema do cliente e que possam ser viabilizadas levando em conta custo, tempo de implementação e produção.

 

É importante saber que o Design Thinking não é uma abordagem cujas regras precisam ser cumpridas de forma burocrática e as etapas acimas podem ser executadas de forma não linear.

 

Durante todo o processo de Design Thinking, é importante cada membro da equipe ter empatia com os outros participantes e notar que esse exercício não está sendo realizado para pessoas, e sim, com pessoas, porque é isso que faz o Design Thinking ser diferente na hora de encontrar soluções para o cliente.

 

A necessidade de inovação de organizações de diversos portes e segmentos em seus processos e produtos em busca de competitividade, fidelização e aumento do número de clientes, torna a abordagem do Design Thinking cada vez mais atraente pois a solução criativa para velhos problemas exige novas ideias.